Alcione confirma participaçao no show “Sambas para a Mangueira”, hoje, no Imperator

Espetáculo terá ainda atrações como Dudu Nobre, Xande de Pilares, Nilze Carvalho e Velha Guarda da Mangueira, interpretando sambas de exaltação à Verde e Rosa

A cantora Alcione confirmou participação no show de lançamento do álbum duplo “Sambas para a Mangueira”, que acontece hoje (quinta,  14 de abril), no Imperator – Centro Cultural João Nogueira, a partir das 20h.  Além da “Marrom”, entre as atrações já confirmadas estão a Velha Guarda da Mangueira, Dudu Nobre, Xande de Pilare, Nilze Carvalho, Dorina, Sandra Portella, Flávia Saolli, Sapoti, Janaína Reis, Nilcemar Nogueira, Rody, Léo Russo, Marquinhos Diniz, Paulo Marquez e Gabrielzinho do Irajá. A direção e os arranjos são assinados pelo maestro Rildo Hora. O show é uma realização do Museu do Samba em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro.

No repertório do show vão desfilar os 30 sambas-exaltação à Verde e Rosa presentes no álbum duplo “Sambaspara a Mangueira”, primeira produção fonográfica resultante de pesquisas do Museu do Samba, lançado em parceria com a gravadora Biscoito Fino, no final do ano passado. São obras como “Chega de demanda” (Cartola, 1929), “Sei lá Mangueira” (Paulinho da Viola/Hermínio Bello de Carvalho,1968), “Quando o samba acabou” (Noel Rosa, 1933), “Estação derradeira” (Chico Buarque, 1987), “Folhas secas” (Nelson Cavaquinho/Guilherme de Brito, 1973), “Verde que te quero rosa” (Cartola/Dalmo Castelo, 1977) “Mundo de zinco” (Wilson Batista/Antônio Nássara, 1952) e “Os meninos da Mangueira” (Rildo Hora/Sérgio Cabral, 1975).

Capa_Digital_Sambas-para-Mangueira

Sobre o CD – Um dos principais méritos do CD “Sambas para a Mangueira” é revelar sambas pouco ou nada conhecidos do grande público, combinados com obras já consagradas de mestres como Cartola, Nelson Cavaquinho e Chico Buarque. O repertório apresenta obras garimpadas desde os anos 1920, incluindo canções criadas por autores não-mangueirenses como Noel Rosa, Paulinho da Viola, Herivelto Martins, Wilson Baptista, Moacyr Luz e Aldir Blanc. O resultado é uma obra  ímpar, que combina qualidade musical com registro histórico.

Como se não bastasse, o trabalho reúne um time estelar de intérpretes, com arranjos inéditos do maestro Rildo Hora. O álbum traz gravações inéditas de artistas como Beth Carvalho, Alcione, Martinho da Vila, Leny Andrade, Dudu Nobre, Monarco, Xande de Pilares, Teresa Cristina, Leci Brandão e Nelson Sargento.  Completam a seleção de intérpretes Sandra Portella, Tantinho, Sombrinha, Velha Guarda daMangueira, Rody, Sapoti, Marquinho Diniz, Luizito,Moyseis Marques, Ana Costa, Leo Russo, Nilcemar Nogueira, Ataulpho Jr, Moacyr Luz, Flavia Saolli, Rixxa, Gabrielzinho do Irajá, Nilze Carvalho, Janaína Reis, Dorina e Paulo Márquez. 

SERVIÇO DO SHOW

“Sambas para a Mangueira” – Lançamento do álbum duplo homônimo

Local: Imperator – Centro Cultural João Nogueira

Endereço – Rua Dias da Cruz, 170 – Méier

Data: quinta-feira, 14 de abril

Horário: 20h

Ingresso: R$ 40,00 (Meia: R$ 20,00)

Classificação: 16 anos

DEIXE UM COMENTÁRIO