A pequena cidade de Park City, em Utah, abriga a gigantesca Parky City Mountain e a luxuosa Deer Valley

Vail Resorts anuncia união de duas estações de esqui e cria maior área esquiável dos EUA

Park City Main Street
Park City Main Street

A cadeia de montanhas Wasatch, em Utah, nos Estados Unidos, guarda dois resorts de esqui com qualidades de fazer inveja aos demais: Deer Valley e Park City Mountain. Juntos sob a bandeira de Park City, a cidade mineradora que deu origem às estações de esqui, apresentam as novidades para a temporada 2015 / 2016 de inverno.

É um dos destinos montanhosos mais acessíveis dos Estados Unidos, além de uma enorme área esquiável e excelente estrutura hoteleira. No entanto, não é só isso. A cidade conta com grande oferta de shoppings e centros comerciais. As opções vão desde lojas de roupas de luxo e galerias de arte até artigos para casa.

O polo de compras mais procurado, sem dúvida, é o Tanger Outlet Center, que reúne em um lugar só aproximadamente 60 marcas diferentes, como Liz Claiborne, Polo Ralph Lauren, Tommy Hilfiger, Banana Republic, Gap, Samsonite, Coach, Nine West, Nike e Bose. Uma boa dica é acessar o site do estabelecimento ou checar em seu aplicativo os descontos oferecidos por cada grife. O shopping fica a seis quilômetros ao norte de Park City, no número 6699 da Landmark Drive.

Já quem prefere fazer compras ao ar livre pode seguir para a parte histórica da Main Street, a rua principal e mais movimentada de Park City, que está repleta de boutiques exclusivas, redes de lojas, cafés e restaurantes charmosos. Uma pequena caminhada leva o turista até a Prospector Square e adjacências, onde é possível encontrar marcas e produtos interessantes, assim como conhecer a Root’d, especializada em decorações para a casa, a Park City Clothing Company, com dois andares especializados em moda western, a Panache, uma boutique feminina com marcas elegantes como Nigel Preston, Donna Karan e Diane Von Furstenberg, entre outras, e a Prospect, que já atende ao público mais descolado. Uma opção para encerrar o passeio é explorar a charmosa Dolly’s Bookstore, uma livraria independente, pequena e bastante acolhedora cuja mascote é uma gatinha de mesmo nome, que pode sempre ser encontrada por lá. A proposta do lugar é manter seu ar de cidade pequena, mas não subestime seu poder: suas estantes possuem livros de todos os gêneros.

Outra opção de compras é o Redstone Shopping, que possui um perfil mais familiar, com restaurantes, cinema e redes de lojas como Whole Foods, Bed Bath & Beyond, Best Buy e Petco. Uma dica diferente – e imperdível – é a Paisley Pomegranate, que já foi eleita a loja de presentes número 1 de Utah. O acervo de produtos vai desde decoração para a casa até bijuterias, livros, acessórios e objetos de arte feitos por artistas locais.

E para fechar um dia de tantas compras, que tal se render a um dos spas de da cidade? As opções são bastante democráticas e vão desde os estrelados – como o Golden Door Spa do hotel Waldorf Astoria, que recebeu o prêmio Reader’s Choice Crystal Award em 2011 como o melhor spa da América do Norte, e o The Spa at Stein Eriksen Lodge, que recebeu o Prêmio 5 estrelas da “Forbes” – até os centros de quick massage spas das estações de esqui.

Vail Resorts – A Holding que administra 11 estações de esqui nos Estados Unidos – oficializou a união entre Park City Mountain Resort e Canyons Resort, dois dos maiores complexos de esqui no estado de Utah. A iniciativa cria a maior área esquiável do país, com mais de 2.954 hectares de terreno para pistas.

Juntos, os dois resorts estão unificados sob uma única bandeira e nome: Park City, o mesmo nome da cidade que abriga o complexo. A estação ganhou novo um logotipo, que combina a insígnia de Canyons com a paleta de cores de Park City, e o slogan “There is only one. Park City” (Há apenas um. Park City).

A novidade faz parte de um plano de melhorias para as estações, que receberam um investimento de US$ 50 milhões para a temporada 2015/2016 que começa em novembro e vai até abril. A mudança é impactante para a indústria de esqui norte-americana e promete transformar completamente a experiência dos visitantes.

Entre as novidades, uma gôndola de alta velocidade chamada Quicksilver levará passageiros do meio de elevação Silverlode, já existente em Park City, até Flatiron, meio de elevação do Canyons Resort. O complexo terá também um novo restaurante, o Miners Camp, com capacidade para 500 pessoas. Com estas mudanças, o nome Canyons será utilizado agora apenas para nomear a base da montanha, que será chamada de Canyons Village at Park City e servirá como porta de entrada para o maior resort de esqui dos Estados Unidos.

Deer Valley revolucionou a indústria de esqui da América do Norte por ser o primeiro resort a oferecer serviços de primeira classe, eleito o melhor resort de esqui da América do Norte por leitores da Ski Magazine por quatro anos consecutivos, de 2008 a 2012. Mesmo estando tanto tempo no topo, colocou na montanha e nos serviços US$ 4,5 milhões em melhorias para que no fim da próxima temporada continue como a melhor.

Na rede hoteleira do vilarejo estão apenas cinco-estrelas. O Montage Deer Valley (www.montagedeervalley.com) vai para sua quarta temporada e conta com refinadas opções na culinária: restaurante Apex, Lobby Lounge Vista, Coffe shop The Grab & Go e Daly’s Pub & Rec.

Outro que merece destaque é o St. Regis, com 181 quartos, 67 suítes, uma ski-beach, piscina panorâmica e o Reméde Spa. Além do The Chateaux at Silver Lake, do Goldener Hirsch Inn e muitas outras propriedades (condomínios) para alugar durante os meses de frio.

Park City está localizado a apenas 35 minutos do Aeroporto Internacional de Salt Lake City. Há mais de 100 opções de hospedagem para todos os gostos e bolsos, estações de esqui, mais de 640 km de trilhas públicas e dezenas de restaurantes e lojas, além de outlets. A cidade também é palco do tradicional Festival de cinema independente Sundance, que em 2015 aconteceu de 21 a 31 de janeiro. A média anual de neve no destino é de quase 10 metros.

Quem leva – O American SkiClub leva com um pacote completo que inclui passagem aérea em classe econômica com American Airlines, sete noites de hospedagem, seis dias de ski-lift, uma semana de aluguel de carro Alamo com seguro LDV e seguro viagem.

Para aqueles que quiserem curtir a temporada, custa a partir de US$ 3.397,00 por pessoa em apartamento duplo, com parcelamento exclusivo da passagem aérea em cinco vezes sem juros no cartão MasterCard. O American SkiClub é válido durante toda a temporada de neve nos Estados Unidos que segue até abril de 2016. Informações e Reservas:0300.789.7778 ou www.americanskiclub.com.br

Saiba mais sobre as montanhas:

Park City (Utah)
Site: www.parkcityinfo.com
Temporada: de 21 de novembro de 2015 a 17 de abril de 2016
Pistas: 300 (14% para iniciantes, 47% para intermediários e 39% para avançados).
Meios de Elevação (lifts): 38
Capacidade: 52.900 pessoas por hora.
Altura da base: 2.104 metros.
Altura máxima: 3.049 metros.
Área esquiável: 7.300 acres.
Neve por ano: 901 centímetros.

Deer Valley (Utah)
Site: www.deervalley.com
Temporada: 5 de dezembro de 2015 a 10 de abril 2016.
Pistas: 100 (27% para iniciantes, 41% para intermediários e 32% para avançados).
Meios de Elevação (lifts): 21.
Capacidade: 46.500 pessoas por hora.
Altura da base: 2.003 metros.
Altura máxima: 2.917 metros.
Área esquiável: 2.026 acres.
Neve por ano: 762 centímetros.

DEIXE UM COMENTÁRIO