‘A biografia íntima de Leopoldina – Amor e Poder nos tempos do Império’

No dia 10 de junho, quarta-feira, a partir das 19h, a Editora Planeta e o Instituto Cervantes do Rio de Janeiro, com o apoio da livraria Estante do Leitor, promovem um debate histórico sobre a Imperatriz Leopoldina. Com a participação do escritor argentino, radicado na Espanha, Marsílio Cassotti, que escreveu a obra A biografia íntima de Leopoldina; da museóloga Sra. Maria de Lourdes Parreiras Horta, que por muitos anos comandou o Museu Imperial de Petrópolis; e da produtora de cinema Sra. Adriana Rouanet, Diretora da Colibri Cultural, Produtora e curadora do festival Rio+Film Festival de cinema carioca em Londres (evento da RioFilme) e que atualmente está produzindo um documentário sobre a Imperatriz Leopoldina para uma TV austríaca. O comando do evento fica por conta do biógrafo Denilson Monteiro, responsável pelas pesquisas e obras sobre Carlos Imperial, Chacrinha e Tim Maia.
 
DEBATE

A biografia íntima de Leopoldina – Amor e Poder nos tempos do Império
Com Marsilio Cassotti, Sra. Maria de Lourdes Parreiras Horta e Sra. Adriana Rouanet
Participação: Denilson Monteiro
Dia 10 de junho, às 19h
Local: Instituto Cervantes do Rio de Janeiro
R. Visc. de Ouro Preto, 62 – Botafogo
Entrada franca: retirada de senhas a partir das 18h.
Auditório com capacidade para 80 pessoas (sujeito a lotação)
 
Essa nova obra da Editora Planeta, A biografia íntima de Leopoldina, em uma edição primorosa, revela vertentes de uma imperatriz ainda pouco conhecida dos brasileiros. Nela, o autor Marsílio Cassotti mostra, através da história de Leopoldina, a força feminina em uma época dominada por homens e revela como ela usou a fé católica como ferramenta de sobrevivência para superar um casamento repleto de infidelidades. Matriarca harmoniosa, mas com opiniões fortes, Leopoldina, cunhada de Napoleão Bonaparte, teve papel decisivo na independência do Brasil.
 
Apesar de sua importância em todo contexto histórico da época, a vida íntima de Leopoldina ainda era velada, por isso a relevância da obra. Com texto romanceado, baseado no que contam as cartas da própria personagem principal, a obra é alicerçada em pesquisas e documentos da época que ajudam o leitor a remontar todo o cenário vivido por Leopoldina. Sensível, o autor revela situações delicadas pelas quais passou a imperatriz. Entre elas, a frieza com que Carlota Joaquina (sogra de Leopoldina) a tratava, apenas pelo fato dela não ter origem portuguesa ou espanhola.
 
Casada com D. Pedro I, Leopoldina foi vítima de inúmeras traições. Como quase todas as esposas da época, ela sublimou a infidelidade conjugal em constantes gestações e na criação de seus filhos, desabafando as mágoas em cartas à sua irmã mais velha. No meio das confusões amorosas envolvendo seu marido, entre elas a paixão por Domitila de Castro, Leopoldina acaba optando por deixar de lado o rancor assumindo a tarefa de convencer o marido a declarar a independência do Brasil.
 
Sobre o autor:
O autor desta obra, Marsilio Cassotti, estudou Ciências Políticas com especialização em Relações Internacionais na Universidade Católica de Buenos Aires, e Língua no Instituto Católico de Paris. Durante anos foi diretor de uma bem-sucedida coleção de História em uma editora do Grupo Planeta em Barcelona, e Assessor em outras editoras de Madri e Lisboa, pertencentes a um importante grupo de comunicação italiano, bem como de destacadas autoras, dentre as quais estão Catarina de Habsburgo, Arquiduquesa da Áustria.
 
A biografia íntima de Leopoldina
Marsilio Cassotti
Editora Planeta
Biografia romanceada / 2015
ISBN: 978-85-422-0496-4
Brochura / 16 x 23 cm / 304 páginas
R$ 39,90
 

DEIXE UM COMENTÁRIO