Marco John lança clipe da música Cores

Cantor paulistano Marco John, acaba de lançar o primeiro EP da carreira com 5 músicas inéditas

As canções são uma mistura de ritmos dentro do estilo musical do cantor: Muito mais Você, é um pop rock, Quem Sabe – uma balada romântica, All We Need é um rock bem nova-iorquino escrito em inglês, Tô na Pista é um groove com guitarras rock e Cores, que é um pop rock romântico e foi a escolhida para ganhar um videoclipe.

“O trampo da música “Cores” foi muito descontraído, desde a gravação até as filmagens do videoclipe. A música nasceu de uma forma meio lúdica de nos perguntarmos: Quais as cores certas? Isso existe? A forma que eu quis passar isso foi de uma forma romântica como “Quem é a pessoa na sua vida que torna o seu mundo mais colorido?” – Declara Marco.

Com influencias de blues, o paulista acaba de lançar o novo EP, que foi produzido por Nando Vieira, com um repertório bem variado e todo autoral. Cantando melodias fáceis e inteligentes, Marco John traz em suas canções mensagens diretas e retas com o propósito de alegrar, motivar e inspirar o dia das pessoas. 

Sobre Marco John
Nascido em São Paulo, capital, Marco John começou a ter uma vida responsável desde muito cedo. Com a separação de seus pais ele precisou ajudar sua mãe em uma floricultura e aos 14 anos já era assistente contábil em uma empresa.

Ao entrar na faculdade de arquitetura, Marco conheceu uma banda cover que estava precisando de um vocalista e, mesmo sem saber tocar nada, ele foi fazer o teste. Depois de algum tempo e alguns shows em festas e bares, Marco já estava preparado para o mundo da música. 

Poeta do cotidiano, melodista moldado ao som do pop bem feito nos anos 80, Marco John cresceu ouvindo Roberto Carlos, Lulu Santos, Paralamas do Sucesso, Michael Jackson e outros grandes nomes bons de balanço, guitarras e rimas. Após o termino da banda da faculdade, ele começou a compor e fez parte das bandas “Zé Ninguém” e “Branco Black” participando de alguns concursos, projetos e shows que acrescentaram à sua bagagem as vibrações positivas, seja na canção romântica, no rock de guitarras pesadas ou no balanço e no groove que remete ao Síndico Tim Maia.

Após muitas experiências, Marco, muito mais maduro, decidiu partir para carreira solo e começar o projeto “Marco John”.

DEIXE UM COMENTÁRIO