​O Provinciano Incurável faz temporada no Rio de Janeiro

Espetáculo livremente inspirado na vida e obra de Luís da Câmara Cascudo conta com apresentações gratuitas e tradução em libras

foto: Larissa Amorim
foto: Larissa Amorim

A temporada gratuita com tradução em libras passa pela Arena Carioca Jovelina Pérola Negra, nos dias 24 e 25 de setembro, às 18h; Vila Kennedy, no dia 1° de outubro, às 18h; Vila Aliança, no dia 2 de outubro, às 18h; Cidade de Deus, no dia 8 de outubro, às 18h; Cidade Alta, no dia 9 de outubro, às 18h; Arena Carioca Dicró, no dia 15 de outubro, às 18h, Anchieta, no dia 16 de outubro, às 18h e Laranjeiras, no dia 28 de outubro, às 19h.  

Esse é o segundo trabalho do Coletivo Peneira (que também produz o Sarau do Escritório) livremente inspirado na vida e obra de Luís da Câmara Cascudo, o maior folclorista da América Latina.

Francisco percorreu o Brasil ouvindo histórias, porém uma lhe chamou a atenção. Um homem que sabia de tudo, guiado por uma curiosidade viva pelo povo, e um amor enorme pela cultura brasileira, a história de Câmara Cascudo, uma história que até Deus dúvida.

Na sua casa, beirando o Rio Potengi em Natal, Cascudo recebe um grupo de jovens curiosos por suas vivências e pesquisas. Falastrão e de grande sensibilidade, Cascudo nos apresenta causos e fatos de sua vida. Ouvindo, anotando, divulgando, e com enorme saber, compôs um mapa apaixonado e minucioso da brasilidade, com histórias reais ou fictícias. Podemos perceber o porquê, Cascudo tornou-se um marco na identificação das nossas raízes.

Fazem parte do elenco, Alex Teixeira, Douglas Amaral, Luiz Fernando Pinto, Michele Lima Pereira, Paloma Dalla Vecchia, além do músico convidado, Maurício Maia.

Sobre o Coletivo Peneira:
O Coletivo Peneira é uma trupe que tem a cultura popular contemporânea como fonte de inspiração para criações artísticas. Ele foi concebido em 2010 por artistas de diversas localidades da metrópole fluminense, que buscam novos significados para a ocupação de espaços públicos.   

A primeira peça, “Urucuia Grande Sertão”, de 2011, inspirada na obra de Luís da Câmara Cascudo, deu inicio às pesquisas do grupo. Com esse trabalho, venceu o Prêmio Arlequim nas categorias melhor espetáculo, direção, ator, atriz coadjuvante e iluminação, e integrou a programação do Festival de Curitiba (Mostra Fringe), Festival Nacional de Teatro de Juiz de Fora e Festival Sesc de Inverno.   

Em 2013, estreou a composição “Mercadão de Madureira”, no Festival de Teatro Universitário do Rio (Festu), além do Sarau do Escritório, um espaço de experimentação artística que ocupa a Praça João Pessoa, na Lapa, região Central do Rio.  

Integrando uma parceria com o coletivo SerHurbano, idealizou o Festival Passeio em Cena, no Passeio Público do Rio, o primeiro parque ajardinado do Brasil. O evento contou com peças infantis e adultas, circo, contação de histórias, performances, debates e oficinas.

Agora em 2016, o Coletivo Peneira lança o espetáculo “O Provinciano Incurável”, solidificando assim a investigação na vida e obra de Câmara Cascudo, o maior folclorista da América Latina.

Serviço:
O Provinciano Incurável (70min)
Datas, horários e locais:

Setembro
Sábado e domingo, 24 e 25/09, às 18h  Arena Carioca Jovelina Pérola Negra | Praça Ênio, s/n° – Pavuna.

Outubro

Sábado, 1°/10, às 18h – Praça Miami, s/n° – Vila Kennedy.
Domingo, 2/10, às 18h – Praça Gramacho, s/n° – Vila Aliança/Senador Camará.
Sábado, 8/10, às 18h – Espaço da Cia dos Arteiros | Rua Daniel, 84 – Cidade de Deus.
Domingo, 9/10, às 18h – Praça Dom Justino – Cidade Alta.
Sábado, 15/10, às 18h – Arena Carioca Dicró | Parque Ary Barroso – s/nº – Penha.
Domingo, 16/10, às 18h – Praça Granito, s/n° – Anchieta.
Sexta-feira, 28/10, às 19h – Viaduto de Laranjeiras.  
Informações: coletivopeneira@gmail.com / fb.com/ColetivoPeneira   
Classificação: Livre

Gratis   

Ficha técnica:

Direção
Marcia do Valle

Músicas e direção musical
Ronaldo Mota

Texto
Luiz Fernando Pinto

Elenco
Alex Teixeira
Douglas Amaral
Luiz Fernando Pinto
Michele Lima Pereira
Paloma Dalla Vecchia

Músico convidado
Mauricio Maia

Direção de movimento
Gabriela Luiz

Preparação vocal e assistente de direção musical
Célio Rentroya

Cenografia
Karine Drumond

Pintura de arte
Daniel Soave e Vanessa Alves

Iluminação
Djalma Amaral

Figurino
Tiago Ribeiro

Costura
Ateliê das Meninas (Maria e Zezé)

Design gráfico
Rafaela Siquara

Intérprete de libras
Ivan Finamore

Fotografia
Larissa Amorim

Vídeo
Victor Magrath

Cordel O estranho caso da jumenta de Alamiro  
Aderaldo Luciano

Produção
Pagu Produções

Realização
Coletivo Peneira

DEIXE UM COMENTÁRIO