​​Já pensou em experimentar viajar sozinho pelo mundo?

Veja as principais dicas e os benefícios de embarcar em uma viagem exclusivamente sua

Machu picchu - Cusco
Machu picchu - Cusco

Muitas pessoas deixam de viajar por não terem uma companhia. O que poucos sabem, porém, que bastam algumas medidas simples e um pouco de iniciativa para transformar essa vontade em realidade.  O gerente da CI – Intercâmbio e Viagem, da Tijuca, Felippe Duino, dá dicas e mostra as vantagens de viajar sozinho. 

“Com planejamento, escolha de um programa sério e feito por profissionais experientes é possível escolher um destino e viajar com um das tantas boas companhias que já conhecemos, nós mesmos”, informa Felippe. “Viajar é uma excelente oportunidade de autoconhecimento e crescimento, sem contar que resulta ainda em novas amizades, possíveis novos amores e tantas outras experiências”, complementa.

Na CI, há roteiros prontos e outros a serem montados de acordo com o perfil do viajante. Os pacotes podem incluir acomodação com café da manhã e banheiro privativo, transporte nos percursos terrestres, transfers na chegada e saída, entre outras opções. “Se a pessoa procura paz de espírito e equilíbrio em nosso continente, o Peru reserva montanhas e rochas estonteantes para meditar e pensar seus próximos passos com tranquilidade. É impossível ir ao mais místico dos países sul-americanos sem conhecer Machu Picchu. A cidade perdida dos Incas tem fama de possuir uma energia diferente. Outra opção para o viajante é a baía de Sydney, na Austrália, que tem cerca de 40 praias de tirar fôlego, prontas para serem exploradas”, detalha. 

Coricancha (Templo do Sol dos Incas) - Cusco
Coricancha (Templo do Sol dos Incas) – Cusco

Veja abaixo as dicas da especialista: 

  • Pesquise sobre o país que pretende conhecer, para saber mais sobre as questões de segurança, os cuidados necessários e a cultura local, sem deixar que essas informações virem um impedimento. Um dos cuidados básicos é manter sempre consigo e em segurança os documentos e o dinheiro. 
  • Conciliar as férias, o tempo de viagem e os lugares que serão visitados não é uma tarefa fácil quando viajamos em grupo, mas é mais simples quando se está só. Entre as vantagens de se viajar sozinho está a autonomia na hora da escolhas, aproveite. Opte pela programação que sentirá mais prazer.  
  • É preciso ter em mente que não é necessário ter uma companhia o tempo todo para a experiência ser legal. Conhecer pessoas durante o trajeto é algo natural. Os pontos turísticos e os albergues são ótimos lugares para encontrar pessoas e fazer novas amizades. Aproveite o momento do jeito que for mais conveniente. 
  • Saia da zona de conforto e esteja disponível para o inusitado. Novos lugares implicam pessoas diferentes, além de novas culturas, hábitos, experiências e formas diferenciadas de ver o mundo.

E se você não tem uma companhia para viajar desde o Brasil, mas, deseja conhecer pessoas de outras nacionalidades com interesses comuns aos seus, pode escolher opções de Mochilões cujos roteiros são vendidos no mundo todo e também na CI.  

Para mais informações, acesse o ci.com.br/mochilao. ​

Serviço:

CI  Tijuca – Rua Barão de Mesquita, 186 – loja B. Telefone: (21) 3429-4606 / 3429-9439

DEIXE UM COMENTÁRIO