​​“Adeus” marca a desconstrução de Rapha Moraes em sua nova fase

Faixa vem acompanhada de um vídeo e o anúncio de uma nova banda

foto: Fernando Hideki
foto: Fernando Hideki

Estreando nova fase da carreira, Rapha Moraes mostra sua nova banda, a Rapha Moraes & The Mentos, e o seu vindouro álbum ‘Corações de Cavalo’. Para acompanhar o anúncio, foi disponibilizado através da página Brasileiríssimos a primeira amostra do disco: o vídeo de “Adeus”, oitava faixa do disco.

“Adeus é uma despedida e ao mesmo tempo uma chegada. Um grito, no meio do caos e da pressão rotineira, em busca de mim mesmo. Angústia em forma de música que me trouxe liberdade assim que fiz ela”, explica Rapha, abrindo a temática que irá compor costurar o álbum: a reconexão do homem com seu eu primal.

A direção do vídeo é de Fernando Hideki e Rapha Moraes, juntando imagens de arquivo público com a loucura da cidade, ilustrada no vídeo com cenas registradas em meio a hora do rush do centro de Curitiba.

Para o novo disco, Rapha Moraes & The Mentes, nome sugerido pelo eterno Mutantes Arnaldo Baptista, compuseram onze faixas inéditas num sítio próximo da capital paranaense, com produção por Rapha Moraes e Allan Yokohama. Corações de Cavalo sai em junho, em versão física e digital, pelo selo For The Records.

 

Sobre Rapha Moraes:
Entre palcos e turnês, muito se passou na história de Rapha Moraes. Desde a fundação da Poléxia, onde foi baixista, passando pela banda Nuvens e chegando em sua carreira solo, muitas vertentes puderam ser vistas do Rapha compositor, cantor, arranjador, ator e multi-instrumentista. São cinco discos de estúdio (1 com a Poléxia, 2 com o Nuvens e 2 solo), dois ao vivos, algumas turnês internacionais e a experiência de quem escreveu sobre vida, amor e, agora, a desconstrução de si próprio.

Entre seus prêmios e reconhecimentos, Rapha Moraes tem um 3º lugar no Prêmio Saraiva de música, que incluiu dezenas de artistas de todo o Brasil, e o prêmio de “Melhor Composição Musical – Troféu Gralha Azul”, como ator e compositor em 2012 pela peça “Satyricon Delírio”, do Grupo Delírio de Teatro.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui